DEVANEIOS E SANDICES
 

Um desejo me consome

Vontade quase febril

Movimentos suaves,

vai e vem de quadril.

Vem! Não dorme.

 

Engole-me faminto

Desejo ardente

Mãos deslizando

Língua explorando

Crave o dente

 

Seu sexo latejante,

Prestes a explodir

Pulsante

O espasmo

Que vem depois

Extenuante...

Mennah



Escrito por La Ginger às 15h04
[] [envie esta mensagem] []


 
 

Desvairados sonhos de amor

violetas atiradas pela janela,

poemas  jogados ao vento

Ao tempo.

Ao lento desembaraço da calmaria

E que, bem no vazio do teu quarto

No de noite da tua cama

Um vento que de estalo

Tua boca tocasse

Sutil arrepio

Para que, em silencio mostrasse

Que te fiz por amor.

Mennah



Escrito por La Ginger às 14h47
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Mulher



HISTÓRICO



OUTROS SITES
 Borboletas a caminho
 Poetriz
 eu leio
 mulheresimpossiveis
 descontrolada
 doces deletérios
 olhares
 flickr
 meu livro online
 LUA
 Eu Linko" target="_blank">Eu Linko
 casa da Nana
 Contos
 papo de mulher
 Razão Gulosa
 casa 101
 Ducatti photos
 tatiane
 mvsmotta
 enfoque
 Marcio Ezequiel
 Little
 Biasus fotos
 Nadia
 Gui


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!